História de Chiclana de la Frontera, Costa de la Luz, Cádiz

Ofertas

Filtrar as ofertas

História de Chiclana

Achados de idade pré-histórica sugerem que o Homem tenha existido em Chiclana desde o Paleolítico.

Situada a Sul da Baía de Cádiz, com um município com 203 quilómetros quadrados, desde a Antiguidade que Chiclana tem estado ligada à história de Cádiz. Há vestígios pré-históricos (Paleolítico y Calcolítico) da presença do Homem nesta zona, tanto na costa como no interior. Os vestígios fenícios, púnicos e romanos achados na região de Chiclana encontram-se no Museu Arquelógico de Cádiz.

A sua história reata-se em 1303, quando o Rei Fernando IV oferece este lugar, desabitado na época, a Alonso Pérez de Guzmán "El Bueno", para que o povoe. Os Duques de Medina Sidonia, sucessores de Pérez de Guzmán, virão a ser os senhores da povoação até ao século XIX.

O descobrimento da América será a causa do verdadeiro desenvolvimento das povoações da Baía de Cádiz, entre elas Chiclana, iniciando-se a elaboração e exportação dos vinhos desta terra. Durante os séculos XVII e XVIII, acentua-se este desenvolvimento, com a transferência da Cabecera de las Flotas (1680) e da Casa de la Contratación (1717) para Cádiz. São efectuadas grandes mudanças na paisagem urbana e rural. Destes séculos, são a Igreja de San Martín, a Igreja e Convento de Jesús Nazareno e a de San Telmo, bem como a conversão de uma antiga ermida de San Sebastián em paróquia.

É durante a segunda metade do século XVIII que é definida a parte antiga histórica de Chiclana, com a construção de bonitos edifícios civis, mandados edificar pela burguesia gaditana, e com a expansão agrícola, com os investimentos em vinhais, olivais, hortas e pinhais, pertencentes a esta mesma classe endinheirada.

O fim do século XVIII e o princípio do século XIX viram nascer em Chiclana o eminente orador sagrado e não menos importante naturalista Antonio Cabrera, o famoso político e feitor Mendizabal e o dramaturgo Antonio García Gutierrez, autor de "El Trovador", o maior êxito teatral romântico.

Nos mesmos anos, destacam-se, nas praças de touros espanholas, os mestres do toureio chiclanero José Cándido e, depois, Francisco Montes "Paquiro" e José Redondo "El Chiclanero".

Após a ocupação francesa (1810-1812), Chiclana demora na recuperação, até à segunda metade do século XIX, altura na qual a gente acomodada e a nobreza voltam a fazer desta localidade o seu lugar de férias e de curas nos seus balneários de Braque e de Fuente Amarga, e assite-se a um grande renascer dos seus vinhos. É precisamente ao importante desenvolvimento da indústria vinícola que o Rei Alfonso XII concede a Chiclana o título de Cidade (1876).

Já no século XX, sobretudo durante a segunda metade, Chiclana alcança o seu maior crescimento demográfico, acompanhado por um espectacular desenvolvimento económico, baseado numa diversificação das suas actividades em todos os sectores, mas especialmente nos sectores secundário e terciário. Actualmente, Chiclana conta com o maior número de lugares em unidades hoteleiras na Província de Cádiz, num esforço que tem sabido manter esse desenvolvimento a par com a preservação do meio ambiente.

O teu bilhete onlinehttps://chiclana.costasur.com/pt/horarios-dos-autocarros.html

O teu bilhete online

NO HAY RESULTADOS
NO HAY RESULTADOS

Todos têm vantagenshttps://chiclana.costasur.com/pt/alugar-carro-rent-a-car.html

Todos têm vantagens

Desmistificando: alugar um carro não é caro. Descobre o quão económico pode ficar, com um capricho durante as tuas férias com a Costasur.

Alugar

Ainda mais rápidohttps://trenes.rumbo.es/msr/route/searching.do

Ainda mais rápido

NO HAY RESULTADOS
NO HAY RESULTADOS

Consulta a tua ofertahttps://vuelos.rumbo.es/vg1/searching.do

Consulta a tua oferta

NO HAY RESULTADOS
NO HAY RESULTADOS

Paque de estacionamentohttps://chiclana.costasur.com/pt/estacionamento-aeroporto-chiclana.html

Paque de estacionamento

Precisas de deixar o teu carro nalgum aeroporto?. A Costasur tem a melhor oferta do mercado, a preços sem concorrência.

Procura estacionamento

Ferryhttps://chiclana.costasur.com/pt/ferry-chiclana.html

Ferry

Procuras um ferry? Há centenas de destinos que podes ir pelo mar, nós temos todos.

Viajar em Ferry

https://chiclana.costasur.com/pt/as-actividades-recreativas.html

Propomos-te opções para evitar o tédio, usa o nosso motor de busca de atividades e faz algo diferente nas tuas férias!

Procurar atividades

Outros sítios e alternativas Costasur

Outras páginas deste destino